Visitante n°

2620676
Hoje
Ontem
Nesta Semana
Neste mês
Total
911
229
1385
6672
2620676

Mensagem Padre Julho 2015- DIZIMO E FIDELIDADE

DIZIMO E FIDELIDADE

Irmãos e irmãs

O plano do Reino se alicerça da fé, do crer, se doar, do amor e da partilha. Por isso, confiantes em Deus é infinitamente gratificante saber que Ele nos recebe, recebe nosso amor e nossa partilha. Pela partilha acolhe o dizimo como um presente que o agrada e a deixa feliz; a exemplo da oferta de Abel. Na Lei de Deus, os israelitas tinham a obrigação de entregar a décima parte das crias dos animais domésticos, dos produtos da terra e de outras rendas como reconhecimento e gratidão pelas bênçãos divinas (Lv 27.30-32) O dízimo era usado primariamente para cobrir as despesas do culto e o sustento dos sacerdotes. Deus considerava o seu povo responsável pelo manejo dos recursos que Ele lhes dera na terra prometida (MT 25,15). O segredo da partilha está na fé, na obediência da Palavra de Deus, e no desejo de se ver um mundo renovado, um povo, uma comunidade, uma igreja viva e alegre! Deus é fiel! Ele cumpre sua promessa! Disse também o Senhor a Arão: na sua terra, herança nenhuma terás, e no meio deles nenhuma porção terás; eu sou a tua porção e a tua herança entre os filhos de israel. (Nm 18,20) . Os israelitas eram instruídos a trazer com fidelidade numerosas oferendas ao Senhor, principalmente na forma de sacrifícios. Levítico descreve várias oferendas rituais: o holocausto (Lv 1. 6-8), a oferta dos manjares (Lv 2, 6-14), a oferta pacífica (Lv 3, 7-11), a oferta pelo pecado (Lv 4,1-5) e a oferta pela culpa (Lv 5, 14). Na devolução do nosso dizimo, devemos nos manter fieis, não é a quantidade que conta, o Senhor levará em conta nossa fidelidade de amor. É importante sermos fieis.